O final triste de um nudista… (conto de terror)

O final triste de um nudista… (conto de terror) Havia um homem triste, afastado e sozinho à força pelos outros desde que seu pai decidiu cortar acesso ao seu ensino e educação e decidido firmemente em lhe dar uma educação diferente e distante do meio social em que vivia. Até ali, Manuel era uma criança Read more about O final triste de um nudista… (conto de terror)[…]

Só faltava mais este… (conto de terror)

Só faltava mais este… (Conto de Terror) Maria era uma mulher extrovertida onde a palavra “lar” tinha um significado apenas de passagem. Manuel era seu fiel marido, trabalhador de uma gasolineira a 5 quilómetros de casa. Manuel fazia um ano que andava angustiado, amargurado com a vida e dependendo de comprimidos para manter a calma e Read more about Só faltava mais este… (conto de terror)[…]

Alvaro e idá, Ana e pedro, Lenda do Vento (conto de Terror)

Alvaro era o prometido de Ana o seu amor. Para que o casamento se realizasse era preciso que Alvaro se aventurasse por mar adentro e trouxesse riqueza, prosperidade e fertilidade para a cidade de sua prometida que passava por momentos angustiantes de escassez de comida. Assim Alvaro fez-se ao mar após se ter despedido de Read more about Alvaro e idá, Ana e pedro, Lenda do Vento (conto de Terror)[…]

love era o seu nome (conto)

LOVE ERA O SEU NOME Love era uma noiva decidida e era noiva fazia 1 ano no inicio de maio. Tristão era seu noivo, ser triste e mal amado assim como um pobre Leão afastado de sua família era a sua realidade. Tristão vivia com Love dias de cinza mas era tudo com quem podia Read more about love era o seu nome (conto)[…]

a morte por azar (conto)

Estaba Deus a começar a missa quando reparou numa nuvem vazia… Deus pegou na sua roleta da sorte e sorteou um número. Mordillo de seu nome encontrava-se na rua a caminho de casa, tinha acabado de por os cornos à sua namorada quando de repente se ouvem umas vozes de fundo que diziam: -Cabrão! É Read more about a morte por azar (conto)[…]

conto de terror

Isto é mentira mas também é verdade, quer dizer, acontece… Um bêbedo andava por aí pelas ruas e a perguntar de porta em porta… Alguém atropelou a minha cadela? Quem atropelou a minha cadela? Alguém viu quem atropelou a minha cadela? Quem foi que atropelou a minha cadela? E uma velhota responde lá do fundo Read more about conto de terror[…]